Concurso do Magistério RS 2013

Até o momento, abstive-me de publicar qualquer comentário referente à segunda edição do Concurso do Magistério/RS. Continuo achando que o valor da inscrição é elevado, proporcionalmente ao salário ofertado ou se comparado ao valor das taxas de outros concursos públicos. Estranho também o fato de haver tantas retificações e substituições, mas o pessoal deve saber o que faz. Aos milhares de inscritos não é dada a possibilidade de retificar ou substituir uma resposta, mas, por outro lado, podem entrar com recursos.

Assim, não há motivos para desespero por respostas erradas. Errar é parte do aprendizado, conforme pode ser comprovado através dos links abaixo.

Consultando o Titulo: Anexo 10 – Programa e Bibliografia (substituído) abre o arquivo em pdf que diz: Concurso Público da Secretaria de Estado da Educação SEDUC/RS 2013 – ANEXO SUBSTITUÍDO – CONSULTAR O EDITAL Nº 02 E SEUS  ANEXOS, clicando no link, há uma nova orientação para consultar o Edital 3 e seus anexos (Titulo: Anexo 10 Retificado (substituído)) e finalmente chega-se a bibliografia em Titulo: Anexo 10 Retificado.

O Edital de Retificação nº 03/2013 estendeu o direito de reserva de vaga aos candidatos pardos, já que constava no item 3.5: Para concorrer à reserva de vagas, o candidato negro e o candidato com deficiência deverá assinalar a sua opção no Formulário Eletrônico de Inscrição. A nova redação diz: 3.5.  Para concorrer à reserva de vagas, o candidato negro e pardo, e o candidato com deficiência deverá assinalar a sua opção no Formulário Eletrônico de Inscrição. Semântica, talvez?

A Lei N° 13.694/RS de 19 de Janeiro de 2011, que Institui o Estatuto Estadual da Igualdade Racial e dá outras providências, no seu Artigo 1º – Parágrafo 3º tem a seguinte redação:

§ 3° – Para beneficiar-se do amparo deste Estatuto, considerar-se-á negro aquele que se declare, expressamente, como negro, pardo, mestiço de ascendência africana, ou através de palavra ou expressão equivalente que o caracterize negro.

Se havia a opção “pardo”, na ficha de inscrição, marcá-la deveria ser suficiente, mas poderia gerar um equívoco ou uma demanda jurídica. Assim, foram feitas essa e outras retificações necessárias, portanto, é bom ficar atento às inúmeras retificações e substituições, especialmente se o edital foi lido e salvo no início (06/02/13) sem averiguar as demais versões, a última delas em 08 de março de 2013.

Conforme noticiado, o gabarito deve ser divulgado na próxima sexta-feira, dia 24/05/13. Abaixo o link dos editais e anexos retificados e/ou substituídos. Os demais não estão na relação, mas podem ser acessados através do link da FDRH.

O espaço continua disponível para aqueles que porventura venham a precisar de auxílio para elaborar recursos ou esclarecer dúvidas com os colegas.

http://www.fdrh.rs.gov.br/conteudo.php?cod_conteudo=2099

Titulo: Edital Nº 01/2013 – Edital de Abertura (com as retificações do edital nª2)

Titulo: Anexo 1 – Quadro de Cargos, Carga Horária, Habilitação e Requisitos (substituído)

Titulo: Anexo 2 – Quadro de Vagas (substituído)

Titulo: Anexo 8 – Quadro das Provas Objetivas e Títulos (substituído)

Titulo: Anexo 10 – Programa e Bibliografia (substituído)

Titulo: Anexo 12 – Demonstrativo de Cursos e Habilitações da Educação Profissional (substituído)

Titulo: Edital Nº 02/2013 – Retificação do Edital Nº01/2013

Titulo: Anexo 1 Retificado

Titulo: Anexo 2 Retificado

Titulo: Anexo 8 Retificado

Titulo: Anexo 10 Retificado (substituído)

Titulo: Anexo 12 Retificado

Titulo: Edital de Retificação nº 03/2013 (11/03/2013)

Titulo: Anexo 10 Retificado

Titulo: Anexo 2 – Inscrições Homologadas com Direito à Reserva de Vaga para Pessoa com Deficiência

Titulo: Anexo 3 – Inscrições Homologadas com Direito à Reserva de Vaga para Candidatos Negros e Pardos

Titulo: Edital de Retificação nº 03/2013 (11/03/2013)

Titulo: Anexo 10 Retificado

Titulo: Edital Nº 04/2013 – Homologação das Inscrições e Divulgação da Data da Prova Objetiva

Titulo: Anexo 2 – Inscrições Homologadas com Direito à Reserva de Vaga para Pessoa com Deficiência

Titulo: Anexo 3 – Inscrições Homologadas com Direito à Reserva de Vaga para Candidatos Negros e Pardos

 

 

Anúncios

4 respostas em “Concurso do Magistério RS 2013

    • Giovana, em pincípio, é possível recorrer em qualquer questão, desde que elas apresentem algum tipo de problema, como duas opções de resposta e não apenas uma. Não tenho os cadernos de prova e desconheço as questões. Quais os erros que encontraste nessas duas questões?

  1. Boa noite, Angela.
    Já vistes a prova? Eu gostaria de uma ajuda, se possível, para verificar se vale a pena entrar com um recurso. A questão é a 38 do módulo 2 (Conhecimentos da Área) – área 1: Um desses itens não faze parte das competências a serem desenvolvidas pela área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. A resposta do gabarito é a letra D, mas acredito que não há uma resposta, pois, me parece, que todas FAZEM parte. Poderia me ajudar? Aqui vão as opções:

    a. Compreender e usar os sistemas simbólicos das diferentes linguagens como meios de organização cognitiva da realidade pela constituição de significados, de expressão, de comunicação e de informação; bem como confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes linguagens e suas manifestações específicas.
    b. Analisar, interpretar e aplicar os recursos expressivos das linguagens, relaiconando textos com seus contextos, mediate a natureza, a função e a organização das manifestações da linguagem, de acordo com as condições de produção e de recepção.
    c. Respeitar e preservar as diferentes manifestações da linguagem constituídas em diferentes grupos sociais em suas esferas de socialização; bem como usufruir do patrimônio nacional e internacional, com suas diferentes visões de mundo, e construir categorias de diferenciação, de apreciação e de criação.
    d. Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integrante da organização de mundo e da própria identidade. Além disso, conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de decodificação da escrita nessas línguas.
    e. Entender os princípios das tecnologias da comunicação e da informação e associá-la aos conhecimentos científicos, às linguagens que lhes dão suporte e aos problemas que se propões a solucionar.

    Agradeço qualquer ajuda.
    Angela Queiroz

    • Ângela, creio que é a opção D é a que deve ser marcada como incorreta. Ela diz que a língua estangeira deve ser usada para decodificar a ESCRITA, mas as diretrizes postulam que o ensino de idiomas deve valorizar o desenvolvimento da competência comunicativa, que também é oral. Eu entendo que a palavra “escrita” cria o erro, mas alguém da área poderia dizer se minha interpretação do texto está correta. Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s