Brasil Carinhoso x Brasil Estudioso

Ando assim, meio que sem inspiração, até pensar anda cansando. Tanta coisa para pensar e tanto desânimo para executar, deve ser esse tempo frio, que congela até neurônio, que enregela sinapses no meio do caminho…

Entretanto, um deles, entenda-se neurônio, se rebelou e deixou escapar uma ideia… só uma, mas que poderia ser adotada. Carinho todos querem, mas estudar nem sempre é prioridade. Presença não é necessariamente aproveitamento, mesmo sendo melhor do que o nada existencial decorrente do não pensar, não entender, não compreender, não participar, não pertencer… Se pais e filhos fossem cobrados pelo bônus, o ônus poderia
se transformar num bônus muito mais efetivo e perene…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s