Estou paralisada, por “culpa” dos alunos!

Estou paralisada nessa quinta-feira. Nunca, em dez anos de magistério, participei do movimento grevista, por respeito aos alunos e por acreditar que o ideal seria organizar a pauta de reivindicações e negociar até a exaustão. Respeito os colegas grevistas, da mesma forma que sempre respeitaram minha decisão de não aderir a greves.

Num tempo em que não pensava em abraçar a profissão, fui solidária aos professores, na maior greve do magistério do RS, que durou mais de 90 dias e lutava por um piso de dois e meio salários mínimos.  Não levei minhas filhas à escola enquanto durou a greve, por respeitar o direito dos professores. Mais de 20 anos se passaram e a luta continua.

Estou paralisada! Porque meus alunos do Ensino Médio da EJA da Escola D. Pedro II – NH – todos maiores de 18 anos, muitos deles casados e pais de família, alguns também pais de alunos do Ensino Fundamental diurno, pela primeira vez, se solidarizaram com os professores e resolveram paralisar por entenderem que Leis existem para serem cumpridas e que a reivindicação dos professores é justa. Exercem assim a cidadania aprendida também na escola. A decisão foi deles e me foi comunicada em sala de aula no início da semana. Sinal de novos tempos. Portanto, nessa quinta estou paralisada. Pago o dia, mas não perco o respeito dos alunos, a quem sempre procuro respeitar. E, agradeço a lição de cidadania que esses alunos ensinam e aos quais tenho a honra de lecionar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s